Cinco grandes novidades tecnológicas que a Intel mostrou no IDF 2015

Em 21 ago 2015 - 4:14pm por redação
Cinco grandes novidades tecnológicas que a Intel mostrou no IDF 2015

O Intel Developers Forum (IDF) sempre foi, tradicionalmente, um palco para a Intel apresentar seu road map futuro de processadores aos desenvolvedores e mostrar os novos chips que equipariam os PCs nos próximos anos. Com a mudança do mercado de PCs e da própria Intel, que busca acertar a mão no novo cenário, muda também a ação no palco do IDF.

Quem participou do evento em San Francisco esta semana confirmou a quase ausência de notícias sobre processadores, mas viu um afluxo de novidades na área de robôs, wearables, máquinas inteligentes para venda automática e sensores para Internet das Coisas (IoT). Acrescido do discurso da fabricante no sentido de convencer os desenvolvedores a criar novos produtos e aplicações usando a sua tecnologia para esses segmentos.

Os participantes viram, por exemplo, um ciclista passar “voando” sobre a cabeça do CEO Brian Krzanich com uma bicicleta BMX equipada com sensores. Acompanhe, abaixo, a lista dos cinco anúncios mais bacanas do evento.

SmartSound e Wake on Voice

A Intel não falou muito sobre os próximos processadores Skylake para desktops, mas revelou que o chip tem integrado um DSP (Data Signal Processor) que é usado para um recurso chamado Intel Smartsound, que vai permitir aos computadores ouvir sinais de áudio com muito pouco consumo de energia.

A empresa trabalhou com a Microsoft para construir a tecnologia que está embutida no Windows 10 chamada Wake on Voice, que vai permitir ao usuário se aproximar de um PC com Windows 10 que esteja em modo de repouso (sleep mode) e “acordá-lo” simplesmente dizendo “Alô Cortana!”. Muitos smartphone têm esse tipo de recurso, mas os PCs ainda não.

A única “pegada” é que o Wake on Voice não chegará com os primeiros chips Skylake, portanto não estará disponível na primeira leva de PCs com Windows 10.

Chip Curie, do tamanho de um botão

Cinco grandes novidades tecnológicas que a Intel mostrou no IDF 2015

O anúncio do novo chip Curie foi um dos poucos sinais diretos na área dos microprocessadores. O Curie é um “system-on-chip” minúsculo, feito para equipar wearables. Apresentado no Consumer Electronics Show (CES) no início deste ano. É do tamanho de uma unha e inclui um microprocessador Quark, rádio Bluetooth, acelerômetro e giroscópio.

A Intel anunciou esta semana que fabricantes selecionados vão ter acesso ao Curie para montar produtos no quarto trimestre. Desenvolvedores de linha também vão ter acesso ao chip, durante a Maker Faire em Roma, em outubro, segundo Krzanich.

Curie pode equipar anéis, braceletes, rastreadores de atividades físicas e muito mais. A Intel mostrou como é possível medir a velocidade e posição de uma bicicleta BMX equipando uma com chips Curie no guidão e fazendo-a voar sobre a cabeça do CEO da Intel no palco. 

A empresa também liberou alguns SDKs, incluindo um chamado Identity IQ, que pode autenticar a identidade da pessoa que estiver usando um wearable. Ele poderia, por exemplo, permitir que você fizesse o login em um PC usando um bracelete inteligente como “chave” e isso foi demonstrado por Krzanich na sua apresentação.

RealSense para todo lado

Cinco grandes novidades tecnológicas que a Intel mostrou no IDF 2015

A RealSense é a câmera que permite filmar com profundidade 3D da Intel. Ela usa três lentes – uma lente 2D de câmera padrão, um laser infravermelho e uma câmera infravermelha. Basicamente ela permite a um computador “ver” em três dimensões e a Intel já demonstrou as vantagens da tecnologia com um drone, equipado com RealSense, que navegou entre árvores de uma floresta.

Ela já equipa alguns PCs e no CES a Intel apresentou um protótipo de um smartphone com RealSense. Isso abre um grande espectro de oportunidades de uso: o RealSense poderia ser usado para medir distâncias, fazendo o smartphone virar “dublê” de fita métrica; ou poderia ser usado para escanear objetos e enviar a imagem direto para uma impressora 3D, por exemplo.

O RealSense foi a tecnologia mais pervasiva mostrada no IDF. Ele foi mostrado também em máquinas de venda automática que podem dizer o sexo e a idade da pessoa parada em frente a elas; ou um robô-garçom que pode entregar serviço de quarto em seu hotel. Também está equipando novos produtos para gaming, como a nova câmera da Razer para usar no serviço de streaming de jogos Twitch.

Memória High-speed 3D XPoint e storage chegando

A Intel vai lançar seus primeiros produtos baseados na nova memória 3D XPoint, com a Micron, no próximo ano. A empresa garante que a nova memória será 10 vezes mais densa que um DRAM e 1 mil vezes mais rápida que uma memória NAND Flash, embora os primeiros testes revelaram que o ganho de performance foi de 7 vezes sobre a tecnologia anterior.

Com uma nova marca, chamada Intel Optane, a empresa vai lançar SSDs para servidores e PCs no próximo ano e também memórias DIMMs para servidores. A Intel diz que a 3D XPoint vai turbinar tudo, de PCs para games a bancos de dados in-memory.

Reality Show para Makers?

Pode parecer mais estranho que a realidade mas é verdade: a Intel, em parceria com a United Artists, vai produzir o reality show para TV chamado “America’s Greatest Makers.” Ela vai acompanhar o trabalho e a jornada de inventores comprometidos em criar o melhor wearable ou dispositivo usando o chip Curie, da Intel. O vencedor leva 1 milhão de dólares. 

Comentários no Facebook