Intel mostra 1º protótipo de smartphone Android com câmera RealSense 3D

Em 19 ago 2015 - 7:08pm por redação
Intel mostra 1º protótipo de smartphone Android com câmera RealSense 3D

As coisas acabaram de começar no Intel Developer Forum (IDF), em San Francisco, nos EUA, e a tecnologia de câmera de scan de profundidade Real Sense já surgiu como a tecnologia mais importante do evento.

Em sua keynote de abertura, o CEO da Intel, Brian Krzanich mostrou como a visão de computação permitiu que a RealSense pode ser usada em todos os tipos de aplicações, desde robôs até games e vending machines que interagem com as pessoas ao seu redor.

O executivo mostrou o primeiro protótipo de um smartphone com uma câmera RealSense embutida internamente. Isso também permitirá que os smartphones sejam usados para criar scans 3D de objetos, ou mesmo para funcionarem como sensores de movimentos para games de computador.

Intel mostra 1º protótipo de smartphone Android com câmera RealSense 3D

Um robô que usa a Intel RealSense para computer vision na IDF 2015

Intel e Google estão construindo um kit de desenvolvedor para ser lançado ainda neste ano que permitirá aos desenvolvedores Android começarem a criar apps que façam uso da RealSense.

Mas a tecnologia também está a caminho de uma grande variedade de outras plataformas de software, como o Mac OS X, Linux, o open source Robot Operating System e a engine de games Unity, anunciou Krzanich.

Tudo isso faz parte de um esforço da Intel para fazer os desenvolvedores pensar de forma criativa e usar seus chips e outras tecnologias em aparelhos que não sejam PCs. Com drones, robôs e wearables em alta, a Intel precisa se certificar de que não ficará para trás quando toda a ação dos computadores mudar para outras plataformas.

 “A grande pergunta para o IDF neste ano é: ‘O que você vai desenvolver’? O que você vai trazer para o mundo?’”, questionou Krzanich para o salão de desenvolvedores.

Comentários no Facebook