Internet tira o sono da maioria dos usuários de São Paulo

Em 18 ago 2015 - 6:52pm por redação
Internet tira o sono da maioria dos usuários de São Paulo

O acesso à Internet é apontado por mais de metade  (53,7%) dos internautas da cidade de São Paulo como vilão na hora de dormir. As informações são da pesquisa O Comportamento dos Usuários na Internet, encomendada pela Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

De acordo com esses entrevistados, o acesso à web, os games online e as redes sociais afetam de maneira negativa as suas horas de sono e descanso.

Mobile domina

Como esperado, a maioria dos entrevistados (70%) no levantamento afirmaram acessar à Internet por meio de um dispositivo móvel.

Para 82%, a Internet é uma fonte de entretenimento, enquanto que 61,8% disseram usar a web em busca de informações. Cerca da metade, 49,9%, revelou usar a rede como ferramenta de trabalho.

Redes sociais

Verdadeira febre no Brasil, as redes sociais também se destacam no estuo da Fecomercio. Grande parte dos internautas paulistanos (88,7%) disse baixar aplicativos nos seus aparelhos. As redes sociais dominam o ranking com folga, com 85,1%, seguidas por games, com 43,4%, apps de localização, com 40,8%, apps de serviços bancários, com 36,8%, e apps de notícias, com apenas 23,7%.

A grande maioria dos entrevistqados (96,3%) revelou usar redes sociais. Maior plataforma do mundo, o Facebook também dominou na pesquisa, sendo usado por 88,9% dos usuários. Em seguida vem outros dois serviços comprados por Mark Zuckerberg: WhatsApp, com 85,1%, e Instagram, com 35,4%.

Bullying e assédio

Cerca de 13,1% dos usuários alegam já ter sido alvo de assédio, bullying ou algum tipo de perseguição por conta de informações disponibilizadas nas redes sociais.

Levantamento 

No total, a pesquisa entrevistou 1 mil moradores da capital de paulista no último mês de junho.

Comentários no Facebook