Usuários do Popcorn Time são processados por produtores de filme

Em 20 ago 2015 - 3:16pm por redação
Usuários do Popcorn Time são processados por produtores de filme

O Popcorn Time pode uma forma bem fácil de assistir filmes piratas e séries de graça, mas isso não quer dizer que é algo necessariamente seguro.

Os produtores do filme “Trocando os pés”, com Adam Sandler no elenco, processaram 11 pessoas por infringir direitos autorais, especialmente usando o Popcorn como alvo, reportou o site TorrentFreak. A ação judicial, entregue ao tribunal do estado de Oregon, reclama indenização em valor que supera os US$ 150 mil, apesar de que é provável que os réus recebam ofertas para baixar o valor. 

O Popcorn Time é um programa livre para Windows, Mac, Linux, e Android que funciona como uma espécie de Netflix pirata. Usuários ganham uma interface bonita e livre de anúncios para assistir filmes e séries – incluindo aí lançamentos – quando quiserem.

E é incrivelmente fácil de usar, mas no final das contas o serviço é como qualquer programa de torrent que baixa arquivos e os redistribui através de compartilhamento peer-to-peer. 

Usar o Popcorn Time sem mascarar sua atividade através de uma VPN (Virtual Private Network) é arriscado, dado ao fato de que produtores de filmes têm um longo histórico de monitorar redes peer-to-peer e processar indivíduos por compartilhar arquivos. A ação sobre o filme “Trocando os pés” parece ser a primeira do tipo que mira usuários do Popcorn Time, em particular. 

Os desenvolvedores do Popcorn Time argumentam que o software em si não é ilegal – e a tentativa da indústria do cinema  em fechá-lo não foi a nenhum lugar – mas usá-lo para assistir filmes que detêm direitos autorais pode entrar em conflito  com a lei. 

Os produtores do filme citado direcionaram tais reclamações aos réus, chamando a atenção de que usuários teriam recebido “múltiplas notificações que estavam baixando e instalando o programa para o propósito expresso de cometer roubo e contribuir com a capacidade dos outros fazerem o mesmo por meio de redes de torrent”.

Por que isso importa

Até então, ações judiciais são casos isolados, cobrindo menos de uma dúzia de pessoas em um único estado que usaram o Popcorn Time para assistir a um filme. 

Ainda assim, serve como um alerta para usuários que acreditam que o programa é menos arriscado que sites tradicionais de torrent. Se você está disposto a pagar por um VPN (cujo um deles está instalado no Popcorn Time), é melhor que você o faça por métodos que não envolvam redes peer-to-peer, bem você sabe, ou obedecer a lei.

 

Comentários no Facebook