4G chega a 28 milhões de acessos no Brasil no fim de janeiro

Em 1 mar 2016 - 12:55pm por redação
4G chega a 28 milhões de acessos no Brasil no fim de janeiro

O número de acessos em banda larga móvel pela tecnologia 4G chegou a 28 milhões em todo o Brasil, de acordo com o levantamento da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) para o mês de janeiro de 2016. Em 12 meses, a banda larga 4G cresceu 262%, com a ativação de 20 milhões de novos acessos no período. Em relação à dezembro de 2015, o crecimento foi de9,28%.

O crescimento da cobertura de 4G também foi expressivo. De acordo com o balanço de janeiro, o 4G está em 469 municípios que concentram mais da metade da população brasileira (55%). No período de 12 meses, houve um crescimento de 219% no número de municípios com 4G, com a implantação da tecnologia de quarta geração em 322 novas cidades.

A banda larga móvel, considerando os acessos em 3G e 4G, fechou o mês de janeiro com 193 milhões de acessos, com crescimento de 9,5% desde janeiro de 2015 e de menos de 1% (0,62%) em relação à variação mensal (dezembro de 2015). As redes de 3G já estão instaladas em 4.471 municípios que concentram 95% da população. Em 12 meses, houve um crescimento de 14% no número de munícipios cobertos pelo 3G, com a ativação de 562 novas cidades nesse período.

Na banda larga total, considerando fixa e móvel, o balanço de janeiro mostra um total de 218 milhões de acessos, apresentando um crescimento de 9% desde janeiro de 2015. Nesse período, foram ativados 18 milhões de novos acessos. Do número total de banda larga, 25,4 milhões são de banda larga fixa, segmento que apresentou crescimento de 5,5% no período de 12 meses.

Aumento da carga tributária
Ainda segundo a Telebrasil, desde janeiro, pelo menos 10 Estados já aumentaram em 20% a alíquota de ICMS sobre os serviços de telecomunicações. Além disso, houve aumento de 28,5% na Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine) e o os smartphones podem ter que passar a pagar 11,75% a título de PIS/Cofins, caso seja mantido, pelo Congresso, veto presidencial à da Lei 13.241/2015

Comentários no Facebook