Galaxy S7 e S7 edge começam a ser vendidos em abril no Brasil

Em 17 mar 2016 - 11:55pm por redação
  • Reprodução

    Galaxy S7 e S7 edge começam a ser vendidos em abril no Brasil

Os novos smartphones top de linha da Samsung vão chegar ao mercado brasileiro a partir de 2 de abril, 40 dias após o lançamento global, realizado no dia 21 de fevereiro. A pré-venda começa nesta sexta (18). 

Os aparelhos são os primeiros a ter uma câmera Dual Pixel, que, aliada à maior abertura do sensor (F 1.7), passa a ser 56% mais sensível à luz do que a do S6. Mas, apesar da inovação, o sensor da câmera principal sofreu uma redução de megapixels, passando de 16MP para 12MP. Já a câmera frontal manteve os 5MP. Vale lembrar que os megapixels não estão relacionados diretamente à qualidade das fotos. 

O novo display "Always-On", que mantêm a tela ligada definitivamente, possibilita a exibição das horas, bem como de notificações sobre mensagens e chamadas. É possível até escolher desenhos simples para personalizar o display que nunca apaga, e consome 1% de bateria por hora. 

Sem comprometer o design, que é muito similar à versão anterior, o Galaxy S7 e Galaxy S7 edge receberam certificação IP68 e voltaram a ser à prova d’água como o S5, podendo sobreviver a uma submersão de até 1,5m por 30 minutos. 

Com cartão de memória

Outro recurso que a Samsung voltou a aderir foi o cartão de memória. Com capacidade de armazenamento interno de 32GB ou 64GB, os aparelhos poderão ter a memória estendida para até 200 GB. Já a bateria continua não sendo removível, mas teve um pequeno incremento em sua capacidade com 3.000mAh, para o S7, e 3.600mAh, para o S7 edge. As versões anteriores tinham 2.550 mAh e 2.600 mAh, respectivamente. 

No quesito design, os lançamentos se diferem dos antecessores pelas bordas traseiras que, assim como no Note 5, ganharam curvas. Também perderam praticamente todo o relevo entre o corpo metálico e o sensor da câmera principal.

Uma novidade exclusiva para o S7 edge é a possibilidade de se criar atalhos personalizados na lateral curva. Passa a ser permitido até duas colunas de apps, não mais uma como no modelo anterior.

Por dentro, os aparelhos integrados com a mais nova versão do Android (6.0) são compostos por 4 GB de memória RAM e processador Exynos 8 Octa 8890, de oito núcleos (quatro de alto desempenho a 2,3 GHz e quatro voltados à economia de energia, a 1,6 GHz). 

Comentários no Facebook