Lenda do Vale do Silício, Andrew Grove morre aos 79 anos

Em 22 mar 2016 - 2:39pm por redação
Lenda do Vale do Silício, Andrew Grove morre aos 79 anos

O Silicon Valley e a indústria de TI perderam um grande líder de tecnologia. Morreu na noite desta segunda-feira (21/03), aos 79 anos, o ex-CEO da Intel, Andrew S. Grove, que tem o mérito de ter levado a Intel do status de fabricante de memórias para a posição de líder de microprocessadores para a Era PC. Grove sofria do Mal de Parkinson

Andy Grove tinha uma frase célebre – “Só os paranóicos sobrevivem” – que acabou sendo o título de seu livro biográfico onde descreve como levou a Intel a enfrentar as mudanças dramáticas no mercado de PCs. Grove assumiu o cargo de presidente da Intel em 1979 até 1987 e o posto de CEO em 1987 onde permaneceu até 1998. De 1997 a 2005 foi presidente do conselho da Intel Corporation.

Ele foi o primeiro funcionário contratado pelos fundadores da Intel, Robert Noyce e Gordon Moore, em 1968 e atuou como líder de desenvolvimento durante a gestão de Moore. 

Grove incentivou a integração dos times de fabricação e pesquisa e desenvolvimento dentro da Intel, que trabalham até hoje como uma força unificada. Depois de assumir o cargo de presidente da Intel em 1979, ele mudou o foco de atuação da companhia, de fabricante de memórias  para fabricante de microprocessadores para PCs e servidores, levando-a a liderar o mercado no boom dos PCs na década de 90.

Nascido András Gróf em Budapeste, Hungria, em 1936, Grove fugiu da guerra e do nazismo e acabou imigrando para os Estados Unidos em 1957. Ele e sua esposa Eva foram casados por 58 anos e tinham duas filhas e oito netos.

Comentários no Facebook