Novos MacBook Pros interrompem queda livre da Apple no mercado de PCs

Em 12 jan 2017 - 5:50pm por redação

Os novos MacBook Pros frearam a queda livre das vendas de Macs pelo mundo, apesar de não terem representando o impulso significativo que a Apple queria.

As vendas de Macs durante o quarto trimestre de 2016 alcançaram a marca de 5,3 milhões de unidades, uma queda de apenas 0,9% em comparação com o mesmo período de 2015.

Esse número se compara positivamente com as vendas gerais de Macs em 2016, que totalizaram 18,4 milhões de unidades, uma queda de 9,8% em comparação com o ano anterior, aponta nova pesquisa da IDC.

Vale lembrar que os novos MacBook Pros foram lançados pela Apple no fim de outubro, e foram considerados um upgrade significativo. Se tivessem sido vendidos por todos os três meses do último trimestre, a empresa poderia ter registrado até mesmo um crescimento nas vendas durante o período.

Mas isso ainda não é um sinal encorajador para os MacBooks Pro, que não forneceram o ganho mais forte para as vendas globais de Macs.

PCs Windows e Chromebooks se saíram melhores do que os computadores da Apple no trimestre. A empresa de Cupertino aparece apenas como a quarta maior fabricante de computadores do mundo, atrás de Lenovo, HP e Dell, todas as quais registraram crescimento durante o quarto trimestre de 2016.

De qualquer forma, é preciso esperar a própria Apple anunciar seus números de vendas de Macs no próximo dia 31 de janeiro. Os números da companhia nem sempre “batem” com os publicados por consultorias de pesquisas como IDC e Gartner.

Comentários no Facebook