Banco Central emite alerta sobre os riscos de moedas virtuais como a bitcoin

Em 16 nov 2017 - 6:51pm por redação
Banco Central emite alerta sobre os riscos de moedas virtuais como a bitcoin - IDG Now!

Devido ao crescente interesse nas chamadas moedas virtuais, como a Bitcoin, o Banco Central decidiu se posicionar em comunicado divulgado nesta quinta-feira (16), onde lembra que tais instrumentos não são emitidos e nem garantidos por qualquer autoridade monetária.

A entidade alerta que tais moedas não têm garantia de conversão para moedas soberanas, e tampouco são lastreadas em ativo real de qualquer espécie. Dessa forma, diz o BC, todo o risco fica aos seus detentores. “Seu valor decorre exclusivamente da confiança conferida pelos indivíduos ao seu emissor”, acrescentou a instituição.

Além disso, o BC lembra que as empresas que negociam ou guardam as moedas virtuais em nome de usuários não são reguladas, autorizadas ou mesmo supervisionadas pelo Banco Central do Brasil, uma vez que não há, no arcabouço legal e regulatório relacionado com o Sistema Financeiro Nacional, dispositivo específico sobre moedas virtuais. “O Banco Central do Brasil, particularmente, não regula nem supervisiona operações com moedas virtuais”, ressaltou a autoridade no comunicado.

Outro ponto levantado pelo Banco Central diz respeito a finalidade especulativa de tais moedas. Aqueles que compram para tais fins, “estão sujeitos a riscos imponderáveis, incluindo, nesse caso, a possibilidade de perda de todo o capital investido, além da típica variação de seu preço”, escreveu a entidade.
Por fim, o Banco Central do Brasil diz que permanece atento à evolução do uso das moedas virtuais, bem como acompanha as discussões nos foros internacionais sobre a matéria para fins de adoção de eventuais medidas e que, por enquanto, não se observam riscos relevantes de tais moedas para o Sistema Financeiro Nacional.

Comentários no Facebook