Spotify notifica usuários que usam versões piratas para acessar conta premium

Em 8 mar 2018 - 12:59pm por videobes


Há algumas vantagens ao se pagar pelo serviço premium do Spotify, a principal delas é que você deixa de ouvir aquelas incômodas propagandas entre as músicas. Bem, e fazer download de álbuns inteiros para ouvir em modo offline também é um bom negócio. No Brasil, a assinatura mensal custa a partir de R$ 16,90.

No total, o serviço de streaming possui 159 milhões de usuários ativos, mas apenas 71 milhões deles são assinantes pagos. E, assim como toda empresa, faz sentido que o Spotify queira maximizar o número daqueles que pagam pelo serviço, ainda mais agora entre rumores da companhia ir a público.

Agora, de acordo com o site TorrentFreak, a plataforma está “derrubando” os usuários que se beneficiam de apps que conseguem remover as restrições das contas gratuitas. Para usar essas versões, digamos, piratas, esses usuários assinam uma conta do Spotify gratuita, depois baixam uma espécie de Spotify modificado, que permite acessar o modo premium sem ter de pagar por isso.

Porém, nos últimos dias o serviço começou a enviar e-mails para tais usuários. O site TorrentFreak reproduziu a notificação que diz, com certa parcimônia:

“Querido usuário,

Nós detectamos atividade anormal no app que você está usando, então nós o desabilitamos. Não se preocupe, a sua conta Spotify está segura. Para acessá-la, simplesmente desinstale qualquer versão não autorizada ou modificada do Spotify e baixe e instale o app Spotify da loja oficial Google Play”.

A mensagem continua com um alerta: “Se nós detectarmos qualquer uso não autorizado de apps em violação aos nossos termos, nós reservamos todos os direitos, incluindo o de suspender ou excluir a sua conta”. E termina com um “obrigada por ser um usuário Spotify”.

O TorrentFreak ouviu alguns usuários que faziam uso de versões adulteradas do software e alguns disseram que seus apps modificados já não funcionam mais.

Comentários no Facebook