Portas da linha-4 do metrô vão fazer reconhecimento facial de usuários

Em 16 abr 2018 - 2:58pm por videobes


Em pouco tempo, anunciantes da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo vão saber quando os usuários prestaram atenção em uma publicidade e até mesmo se gostaram ou não da propaganda.

A concessionária divulgou nesta semana que “portas interativas” serão instaladas nas áreas de embarque e desembarque das linhas Luz, Paulista e Pinheiros.

O novo recurso terá câmeras que podem identificar as expressões dos usuários e captar a audiência em tempo real para mensurar resultados.

A tecnologia permitirá reconhecimento facial, visando analisar a reação dos usuários frente ao conteúdo exibido. Um estudo das emoções do passageiro, a partir de expressões faciais, será realizado, aproveitado pela própria concessionária e repassado para anunciantes.

Contudo, em tempos onde a privacidade e a utilização de dados pessoais por empresas com interesses escusos estão em xeque, como no caso Facebook e Cambridge Analytica, ser observado todos os dias por empresas diferentes pode ser um incômodo para muitos.

Mas segundo o advogado Renato Opice Blum, coordenador do curso de direito digital do Insper, em São Paulo, não existe ilegalidade no registro de audiência da publicidade exibida no metrô. “Aparentemente ninguém será identificado nem terá seus dados vinculados ao anúncios. Esse tipo de tecnologia já é usado em espaços públicos do mundo inteiro e pode ser utilizado para melhorar o serviço”, afirma.

Comentários no Facebook