10 dicas para diminuir o uso de dados no seu aparelho Android

Em 25 maio 2018 - 1:33pm por videobes


Nos dias de hoje, dados móveis significam dinheiro – e se você não otimizar o seu smartphone para lidar com eles de forma inteligente, estará jogando dinheiro fora.

A boa notícia é que é relativamente fácil reduzir o seu uso de dados mobile sem um impacto significativo na sua experiência do dia-a-dia.

Por conta disso, montamos esse especial com 10 dicas para te ajudar nesta tarefa cada vez mais necessária.

1-Faça um diagnóstico do seu uso de dados

É preciso entender um problema antes de poder resolvê-lo. Por isso, inicie o processo ao acessar as configurações do sistema e buscar pela opção Uso de Dados dentro da seção Internet e Rede/Conexões. Toque nela e então selecione Uso de Dados Móveis na tela que aparecer.

Isso mostra uma visão detalhada sobre quais apps usaram a maior quantidade dos seus dados nos últimos 30 dias. É provável que os maiores “culpados” sejam aplicativos de redes sociais, navegadores e serviços de streaming de áudio e vídeo.

Caso veja algo que chame a atenção, toque no app para ter uma visão mais detalhada. Assim você poderá saber quanto desse uso de dados aconteceu em primeiro plano – em outras palavras, o resultado de algo que você fez com a tela ligada – e quanto foi em segundo plano – ou seja, sem o seu envolvimento ativo.

2-Lute contra o uso desnecessário em segundo plano

Agora que sabemos o que está “devorando” os seus dados mobile, é hora de começar a resolver o problema. Vamos começar fazendo uma busca e limitando casos específicos de uso desnecessário de dados em segundo plano. Apps de notícias e redes sociais costumam ser os piores neste sentido, uma vez que fazem verificações regulares ao longo do dia para “puxar” novas atualizações. É possível desabilitar esse comportamento – na tela anterior e diretamente nos aplicativos – e, na maioria dos casos, você nem sentirá a diferença.

Um a um, abra os apps de notícias e rede sociais no seu smartphone e busque por oportunidades para economizar dados nas configurações deles.

Caso algum aplicativo desta lista não apresente nenhuma maneira óbvia de controlar o uso de dados nas configurações próprias, então é preciso assumir o controle no nível do sistema: vá até a seção Apps das suas configurações de sistema e toque no app desejado. Clique em Uso de Dados/Dados Móveis e então desative a chave próxima à opção Uso de Dados em Segundo Plano/Permitir Uso de Dados em Segundo Plano. Isso evitará que o app use dados em segundo plano a não ser que você esteja conectado com uma rede Wi-Fi.

(É importante usar o bom senso para mexer com essas configurações. Se você desabilitar o uso de dados em segundo plano para um aplicativo de mensagens, por exemplo, então esse app não conseguirá receber mensagens quando você estiver na rua durante o dia. E isso provavelmente não é algo que você quer.)

3-Pelo fim da insanidade do autoplay

Os vídeos estão entre os principais consumidores de dados, e muitos aplicativos possuem o péssimo hábito de reproduzir os clipes mesmo quando você não está prestando atenção.

Apps de redes sociais, por exemplo, adoram reproduzir vídeos de forma automática à medida que você navega pela timeline ou pelo feed. A boa notícia é que é possível mudar isso.

Abra o app do Facebook para Android, vá até o menu principal e busque pela opção Configurações de Aplicativos e vá até Reprodução Automática. Lá, você poderá escolher entre Apenas em Conexões WI-FI ou Nunca Reproduzir Vídeos Automaticamente. Você poderá encontrar configurações parecidas no Twitter e em outros aplicativos do tipo.

4-Comprima sua experiência web

O próximo passo é simples o bastante: fazer com que seu navegador use menos dados. O Chrome possui uma opção para isso chamada Data Saver, que encaminha as páginas pelos seguidores do Google para que elas estejam comprimidas quando chegarem até você. Esse processo pode economizar uma quantidade significativa de dados e tornar a sua navegação ainda mais rápida.

Para testar, acesse as configurações do Chrome e busque pela opção Data Saver. Toque nela e então certifique-se que a chave esteja ativada.

Caso queira ainda mais ferramentas de economia de dados, vale experimentar o Opera Mini. O navegador oferece a sua própria forma de compressão remota de páginas e fornece uma variedade de configurações para controlar a otimização.

5-Otimize seus apps de música e mídia

Costuma ouvir música em apps de streaming como Google Play Music, Spotify e Deezer no caminho de ida e volta do trabalho/faculdade? Então é importante tomar medidas para diminuir o uso de dados, o que inclui ajustar a qualidade da música, escolhendo normal em vez de automática, alta ou extrema, por exemplo. Também é importante garantir que a opção Baixar pela Rede de Celular esteja desativada, para que o download só aconteça em redes Wi-Fi. Outra maneira de evitar o gasto desnecessário de dados com esses apps é baixar com antecedência os discos que você quer ouvir (em uma rede Wi-Fi) – mas essa alternativa só é válida para os assinantes das plataformas.

Como dito anteriormente, os videos podem ser vilões no uso de dados. Por isso, é importante colocar o YouTube em uma espécie de “dieta de dados”. Para isso, abra o aplicativo e vá até a seção Gerais das configurações. Lá, você encontrará a opção Limitar Dados Móveis. Ative-a, e o app passará a usar um modo de stream de qualidade menor – e que usa menos dados – sempre que você estiver em uma rede móvel. Desta forma, os vídeos só serão reproduzidos em alta definição quando você estiver em uma rede Wi-Fi.

6-Navegação off-line

Sabe onde mais você pode baixar dados com antecedência para evitar o uso desnecessário do seu plano de dados? No Google Maps. Na próxima vez que souber que vai precisar usar a navegação pelo app, abra o Maps antes (enquanto ainda estiver no Wi-Fi), busque pela cidade por onde você irá andar, então vá Mais Informações (More Info) e selecione a opção Download no menu que aparecer.

Assim você poderá visualizar e gerenciar seus mapas baixados na seção Mapas Offline no menu principal do Maps.

7-Teste versões light de apps e sites

Um número cada vez maior de serviços agora oferece versões mais simples dos seus aplicativos – apps feitos explicitamente para usar menos dados enquanto entregam uma experiência razoavelmente boa.

O Google possui um pacote completa de apps com a marca “Go” para esse objetivo. Mas apenas alguns deles estão disponíveis para o público geral, como o Google Maps Go, YouTube Go e o Files Go – os outros, como Gmail Go e Google Assistente Go só estão disponíveis para aparelhos Android Go.

O Facebook também oferece versões mais leves do seu app principal e do Messenger, enquanto que o Skype está finalizando uma versão “lite” do seu cliente para Android. Vale destacar ainda que o Twitter possui o Twitter Lite. A lista é grande e vale dar uma busca pela Google Play Store.

8-Dispensáveis

Agora é uma boa hora para pensar em quaisquer aplicativos no seu telefone que você não usa há algum tempo e desinstalá-los (ou desabilitá-los, caso tenham vindo pré-instalados e não possam ser removidos) – especialmente se eles apareceram na lista dos apps que mais usam dados em segundo plano.

9-Acabe com o uso desnecessário de dados

Se você tentou todas as opções acima e ainda sente que poderia usar menos dados, há um passo ainda mais a extremo a ser tomado – e ele é drástico.

Desde o Android 7.0 Nougat, o sistema do Google possui uma ferramenta chamada Data Saver que evita que a maioria dos apps usem dados móveis a não ser que eles estejam na sua tela e sendo usados de forma ativa. Isso significa que os apps não poderão fazer nada em segundo plano, incluindo atualizar e te notificar sobre novas mensagens, a não ser que você esteja no Wi-Fi (ou que libere manualmente algumas exceções). E mesmo os apps que você estiver usando ativamente em primeiro plano serão frequentemente forçados a ajustar os seus comportamentos para utilizar menos dados.

É uma medida severa, com certeza. Mas se você está desesperado para cortar o uso de dados, mesmo que temporariamente, vale considerar essa opção. É possível encontrar o recurso na seção Conexões/Redes e Internet das configurações de sistema, dentro da área Uso de Dados – basta acionar a função Protetor de Dados.

10-Deixe o Google te ajudar a gerenciar os seus dados

Por fim, vale lembrar que o Google lançou recentemente um aplicativo chamado Datally que consegue lidar com todo o trabalho pesado do gerenciamento de dados por você. A solução gratuita te fornece um único lugar para analisar o seu uso de dados – por app, dia e até hora – e para também gerenciar a função Data Saver, do Android, com controles simples e fáceis de usar. O app também pode encontrar e sugerir redes Wi-Fi de alta qualidade na sua área.

Comentários no Facebook