Netflix anuncia nova série original brasileira: ‘Ninguém tá olhando’

Em 30 maio 2018 - 1:56pm por videobes


A Netflix anunciou nesta terça-feira (29) a produção de uma nova série original brasileira, a comédia “Ninguém Tá Olhando”, do diretor Daniel Rezende.

A comédia, ainda sem data de estreia, acompanhará o personagem Uli, um anjo da guarda inconformado com a arbitrariedade das ordens que recebe diariamente do seu chefe e que decide se rebelar. A produção é a primeira colaboração da Netflix com a produtora Gullane e a estreia de Rezende como diretor à frente de um projeto solo na plataforma. Rezende assina a direção de dois dos oito episódios de “O Mecanismo”, série protagonizada por Selton Mello e que teve a segunda temporada confirmada nessa segunda-feira.

“​Ninguém Tá Olhando adiciona uma dose de humor ácido a questões complexas da humanidade e explora a relatividade de conceitos como ‘bem’, ‘certo’ e ‘verdade’. A ideia é subverter concepções pré-estabelecidas para refletirmos sobre elas, logo após recuperarmos o fôlego de boas risadas”, explicou Rezende.

Por meio de nota, Erik Barmack, Vice-presidente de Conteúdo Original Internacional da Netflix, afirma que o Brasil é um dos principais mercados internacionais do serviço de streaming e que se encontra em constante crescimento. O investimento em conteúdo original e local é uma demanda da própria audiência, segundo Barmack. “Com as primeiras séries nacionais que realizamos, notamos o interesse do brasileiro em consumir ainda mais conteúdo local. Estamos animados para trabalhar com nossos parceiros da Gullane e consolidar nossa colaboração com um talento como Daniel Rezende”.

“Ninguém Tá Olhando” agora se junta a lista de produções originais brasileiras, como “3%” e “O Mecanismo”, já disponíveis na plataforma, e a sitcom Samantha!, que estreia em 6 de julho. Já foram anunciadas pela Netflix as séries “Sintonia”, uma parceria com o diretor Kondzilla, e o drama de época “Coisa Mais Linda”. A lista de conteúdos originais brasileiros também inclui documentários como “Laerte-se”, especiais de comédia com Felipe Neto, Marco Luque, Clarice Falcão e Edmilson Filho, além do longa-metragem “O Matador”, primeiro filme Netflix produzido no país e dirigido por Marcelo Galvão.

Comentários no Facebook