Sites de viagem somam mais de 21 mil reclamações em 2018 no Brasil

Em 20 jun 2018 - 1:20pm por videobes


Os principais sites de viagens do Brasil receberam mais de 20 mil reclamações no primeiro semestre de 2018, segundo dados do Reclame Aqui. A lista inclui plataformas para compra de passagens e reserva em hotéis.

De acordo com levantamento da plataforma, que aconteceu entre 1º de janeiro e 15 de junho deste ano, foram registradas 21.923 queixas contra essas companhias no período.

Principais reclamações

As principais reclamações incluem estorno do valor pago, que aparece em 1º lugar, respondendo por quase um quarto dos casos (23,5%), seguido por mau atendimento no SAC (10%), problemas no cancelamento (10%), propaganda enganosa (9%) e problemas na finalização da compra (5.4%).

As mais reclamadas

Líder de reclamações, a Decolar.com recebeu um total de 6.719 reclamações entre 1º de janeiro e 15 de junho, o que corresponde a 30,6% de todas as queixas no período. Nesta semana, o site de reservas de viagens foi multado em 7,5 milhões de reais pelo Departamento de Defesa do Consumidor, que acusa a plataforma de práticas conhecidas como “geo tracking” e “geo blocking”.

Em segundo lugar, bem atrás, aparece o Booking.com, com 3.615 reclamações; seguido pelo Peixe Urbano, com 2.648 reclamações; CVC Turismo, com 2.398; e Submarino Viagens, com 1.597.

Completam o top 10 de reclamações as seguintes empresas: Hotel Urbano.com (1.458), ViajaNet (1.407), Hoteis.com (945), Expedia.com.br (592), eDestinos (544).

Reclamações e reputações

Vale notar que as reputações de seis das dez empresas analisadas são consideradas boas ou ótimas pelos usuários do Reclame Aqui (Peixe Urbano, Submarino Viagens, Hotel Urbano, ViajaNet, Hotéis.com e eDestinos). Apenas Decolar.com, Booking, CVC Turismo e Expedia são classificadas como ruins ou regulares no site de defesa do consumidor.

Comentários no Facebook