Hyperloop Transportation construirá primeiro sistema hyperloop da China

Em 20 jul 2018 - 2:54pm por videobes


A Hyperloop Transportation Technologies anunciou nesta quinta-feira (19) um acordo comercial para construir os 10 primeiros quilômetros do sistema hyperloop em Tongren, na província de Guizhou, China. O acordo foi assinado pela HyperloopTT e a Tongren Transportation & Tourism Investment Group. Este é o primeiro acordo de startup de mobilidade com a China e o décimo segundo contrato da HyperloopTT.

Em comunicado à imprensa, a HyperloopTT informou que será responsável por fornecer a tecnologia, o conhecimento de engenharia e os equipamentos essenciais. Já Tongren Transportation & Tourism será responsável pela certificação, pela estrutura regulatória e pela construção do sistema. O governo de Tongren atuará em parceria na definição da rota. O financiamento será feito por meio de uma parceria público-privada com 50% dos recursos provenientes diretamente de Tongren.

“Acreditamos que a Hyperloop irá desempenhar um grande papel no Cinturão Econômico da Rota da Seda, conectando a região ao resto do mundo”, disse Dirk Ahlborn, CEO da Hyperloop Transportation Technologies. “A China gasta mais de US$ 300 bilhões anualmente em infraestrutura para atender às populações urbanas em rápido crescimento. Tendo trabalhado ao lado de nossos parceiros governamentais, o Hyperloop provou ser uma solução viável para esse problema imediato. Além disso, a topografia exclusiva de Tongren nos permitirá refinar nossos vários métodos de construção com nossos parceiros.”

O prefeito de Tongren, Chen Shaorong, acredita que o projeto é um passo importante para o desenvolvimento do interior da China. “Após a conclusão do projeto, esperamos acelerar a pesquisa e desenvolvimento do sistema hyperloop na China, rapidamente melhorar o desenvolvimento da indústria de alta tecnologia e da indústria de fabricação de equipamentos na província de Guizhou, melhorar a popularidade da cidade de Tongren e desenvolver o turismo”, defendeu Shaorong.

O sistema do Hyperloop consiste em um canal de baixa pressão com cápsulas que são transportadas em baixas e altas velocidades ao longo de um canal. As cápsulas são suportadas sobre uma ‘almofada’ de ar, contendo ar pressurizado e elevação aerodinâmica. Elas são aceleradas através de um acelerador magnético. A proposta original do veículo foi apresentada como um white paper aberto por Elon Musk, ainda em 2013. Na época, muitos criticaram a ideia como sendo futurista e impraticável. Além da HyperloopTT, há outras startups que avançam sobre a tecnologia, incluindo o próprio CEO da SpaceX e Tesla, que trabalha em um conceito para desafogar o trânsito das grandes cidades com sua nova empresa The Boring Company.

Brasil

No início de abril, a HyperloopTT anunciou que o Brasil será sede do primeiro Centro Global de Inovação em Logística da HyperloopTT, com uma estrutura de 22 mil metros quadrados na Cidade de Contagem, em Minas Gerais.

O centro tem previsão para iniciar a operação ainda este ano, iniciando pesquisas para o desenvolvimento a inovação com novas soluções para o transporte logístico em todo o mundo. A unidade também contará com um laboratório de fabricação e um ecossistema de fomento a startups, universidades e cientistas focados em resolver desafios de logística e sustentabilidade. Isso inclui a Hyperloop Academy, que visa realizar projetos, treinamentos e parcerias com centros de conhecimento, como universidades, centros de P&D, startups e outras organizações.

Com escritórios também no Rio de Janeiro e em São Paulo, a HyperloopTT também anunciou que está em fase de negociações para executar estudos de viabilidade em diferentes regiões do Brasil. “O objetivo é checar a possibilidade de desenvolver o sistema, tanto para cargas quanto para passageiros em diferentes rotas no país. Estes estudos contemplam o aspecto regulatório, técnico e financeiro necessários para implementar o modal hyperloop no Brasil”, afirmou a startup.

Comentários no Facebook