Mozilla anuncia que descontinuará todas as suas extensões legadas

Em 24 ago 2018 - 2:02pm por videobes


A Mozilla anunciou que acabará com o suporte do Firefox para todos os antigos add-ons, dizendo que o fim dessas extensões legadas aconteceria em um período de duas semanas.

“A Mozilla deixará de oferecer suporte ao Firefox Extended Support Release (ESR) 52, a versão final compatível com add-ons legados, em 5 de setembro de 2018”, escreveu Caitlin Neiman, gerente de comunidade de desenvolvedores.

O Firefox ESR é a versão projetada para empresas e outros usuários que desejam um navegador mais estático. A Mozilla o atualiza uma vez por ano, diferente do tempo de atualização do recurso padrão a cada seis semanas. Já o Firefox ESR 52, que deixará de ter suporte, foi lançado pela primeira vez em março de 2017. Seu substituto, o Firefox ESR 60, estreou em maio deste ano. Desde essa última data, a Mozilla atualizou regularmente ambas as versões do ESR para dar aos clientes tempo para migrar da versão 52 para a versão 60.

Como o Firefox ESR 52 é a versão final que suporta add-ons legados, a companhia também irá em breve remover extensões de sua loja. “Vamos iniciar o processo de desativação das versões do complemento legado em addons.mozilla.org (AMO) em setembro”, disse Neiman. A partir de 6 de setembro, nenhum novo add-on legado será aceito na loja. Todos os complementos serão desativados no início de outubro. “Quando isso acontecer, os usuários não poderão mais encontrar sua extensão no AMO”, alertou Neiman.

Três anos atrás, a Mozilla revelou mudanças substanciais no ecossistema de complemento do Firefox, incluindo um plano para introduzir uma nova API foi projetada para permitir que os desenvolvedores carregassem as extensões do Google Chrome para o Firefox. No final de 2017, a Mozilla estava pronta para impedir o uso de add-ons legados no Firefox, com o lançamento do Firefox 57, também conhecido como “Quantum”.

Como os desenvolvedores de complementos redesenharam seus trabalhos usando a API WebExtensions (instâncias do Firefox ainda abrigando as versões legadas – e, portanto, sem suporte), elas foram atualizadas automaticamente para o novo formato de add-on. O mesmo acontecerá com os usuários do Firefox ESR 52. “Quando uma nova versão é enviada ao AMO, os usuários que instalaram a versão legada receberão automaticamente a atualização”, disse Neiman.

Comentários no Facebook