O Google Drive tem um sério problema de spam. Entenda

Em 8 jan 2019 - 4:08pm por videobes

O Google Drive tem um sério problema de spam. Qualquer arquivo que deixemos compartilhado no serviço de armazenamento, há uma possibilidade de spammers ficarem espalhando conteúdo indesejado sem parar.

Entenda o que aconteceu
O sistema de compartilhamento do Google Drive é o problema. Mesmo que não aceitemos, todos os arquivos e pastas compartilhados com sua conta são automaticamente disponibilizados para você no Drive. E eles ficam expostos.

Para piorar a situação, se você tiver apenas a permissão “Visualizar”, não poderá se remover do compartilhamento. É uma bagunça.

E assim fica o cenário: um spammer (ou qualquer outra pessoa) compartilha um arquivo ou pasta com você. Este arquivo ou pasta aparece imediatamente na área “Acesso rápido” do seu Drive, bem como na seção “Compartilhado com você”. E não há como impedir que isso aconteça, pois, não é preciso aceitar o compartilhamento: Ele vai ser exibido, querendo ou não.

A boa notícia é que os arquivos não são adicionados automaticamente ao seu Drive e, portanto, não são baixados ou sincronizados automaticamente para seus dispositivos.

Você pode clicar com o botão direito do mouse no item e escolher “Remover” para evitar que ele apareça na seção “Compartilhado comigo”. Mas ele continuará aparecendo na área Acesso rápido e nos resultados da pesquisa. Se você abrir o arquivo ou a pasta acidentalmente, ele será adicionado novamente ao seu Drive na Web.

Por que isso é um problema?
Existem alguns cenários em que isto é um grande problema. O primeiro, como mencionado anteriormente, é para spam. Os usuários podem (e serão) bombardeados com porcarias que não querem – o tempo todo.

O segundo problema pode ser ainda mais comum: quando você não quiser mais fazer parte de um arquivo e / ou pasta compartilhada. Como não há como cancelar o compartilhamento, você está preso a isso. Isso pode ser especialmente problemático se o arquivo ou a pasta compartilhada for de alguém com quem você não queira mais contato.

O Google Drive não oferece um recurso de bloqueio. Mesmo se você bloquear alguém no Gmail, ele não será bloqueado no Google Drive. Isso parece ser uma coisa comum com os serviços do Google – só porque você bloqueia alguém em um serviço não significa que ele esteja bloqueado em nenhum dos outros (mas, às vezes eles são?). Sim, é uma confusão só.

Google poderia facilmente corrigir o problema
A parte mais frustrante desta questão é que a solução é bem simples: o Google precisa adicionar um recurso de aceitação e um recurso de remoção que funcione. Simples assim: se você nunca aceitar o compartilhamento, adivinhe? Ele nunca aparece na sua pasta do Drive.

No Dropbox, por exemplo, o usuário é livre para se remover de um arquivo ou pasta compartilhada, mesmo se estiver configurado para o status “pode ver” . Essa é uma enorme vantagem sobre o Drive e algo que o Google deveria roubar do seu concorrente.

O Google deu uma declaração dizendo que as mudanças estão chegando aos recursos de compartilhamento do Drive e estão “tornando-se uma prioridade”. Veja a declaração na íntegra:

“Para a grande maioria dos usuários, as permissões de compartilhamento padrão no Drive funcionam conforme o esperado. Infelizmente, este não foi o caso para alguns usuários e pedimos sinceras desculpas. À luz desse problema, estamos avaliando alterações em nossos recursos para prevenção de spam, abuso e bloqueio que impedirão que esse tipo de atividade ocorra no Google Drive. Enquanto isso, os usuários com problemas semelhantes podem remover a pasta, e a pasta não deve reaparecer em “Meu Drive” ou “Compartilhada comigo”, a menos que eles a acessem novamente”.

Comentários no Facebook