Dispositivo da Amazon para crianças estaria gravando ilegalmente conversas

Em 10 maio 2019 - 2:19pm por videobes

O dispositivo inteligente da Amazon voltado para o público infantil, o Echo Dot Kids, se tornou alvo de uma ação de grupos que defendem a privacidade e direitos das crianças nos Estados Unidos. A ação, que foi entregue nesta quinta-feira (09/05) na Federal Trade Comission (FTC), afirma que os aparelhos estão gravando e armazenando dados de conversas de crianças ilegalmente, mesmo quando os pais tentam apagá-las. Os dispositivos Echo Dot Kids foram lançados no ano passado como uma versão para crianças dos outros dispositivos Alexa.

Caso a denúncia se comprove, a prática pode violar o chamado Children’s Online Privacy Protection Act (COPPA), que é um ato de proteção à privacidade on-line infantil. Em comunicado ao The Verge, a Amazon negou que seus dispositivos estejam violando a lei.

“O FreeTime no Alexa e no Echo Dot Kids Edition estão em conformidade com a Lei de Proteção à Privacidade Online para Crianças”, defendeu-se a companhia.

A queixa registrada no FTC alega que o dispositivo ativado por voz coleta e armazena as transcrições das conversas que as crianças têm com ele, junto com informações sobre o conteúdo com o qual os usuários se envolvem no dispositivo, uma informação que poderia ser explorada, por exemplo, para fins de publicidade.

“A Amazon comercializa o Echo Dot Kids como um dispositivo para educar e entreter as crianças, mas o propósito real é acumular um tesouro de dados sensíveis que ele se recusa a abandonar mesmo quando direcionado pelos pais”, escreveu Josh Golin, diretor executivo da Infância Livre de Comerciaiais, organização que liderou a queixa em um comunicado.

De acordo com o The Verge, um grupo de parlamentares também enviou uma carta à FTC solicitando que a agência abra uma investigação sobre o assunto.

Comentários no Facebook