Google trabalha em suporte para habilitar ‘RG digital’ no Android

Em 14 maio 2019 - 3:21pm por videobes


O Google está trabalhando para permitir a habilitação de identidades eletrônicas no Android. O anúncio foi feito na semana passada, durante a conferência para desenvolvedores Google I/O, quando a empresa também informou que todos os novos dispositivos Android Q exigirão criptografia de dados.

Substituir documentos como identidade, passaportes e carteira de motorista por uma identificação eletrônica que será desenvolvida nas futuras versões do Android será um grande passo de inovação em segurança. Assim, a equipe de segurança e privacidade do Google busca adicionar o suporte à identificação eletrônica para que os desenvolvedores possam criar aplicativos para dispositivos que serão utilizados como ID.

A implementação não é tão simples quanto parece, já que deve seguir práticas de criptografia e procedimentos de padronização, como os padrões de mobile driving licence (mDL) estabelecidos pela ISO, que ainda estão em desenvolvimento.

“Forneceremos APIs e uma implementação de referência de HALs para dispositivos Android a fim de garantir que a plataforma forneça os blocos de construção para aplicativos de segurança e privacidade”, afirmou Rene Mayrhofer, chefe de segurança da plataforma Android.

O Google ainda não revelou quando a API será disponibilizada, mas é certo que isso acontecerá apenas nas versões posteriores ao Android Q.

Como anunciado na conferência, a nova versão do sistema operacional ganhará recursos de segurança para contra hackers e aplicativos maliciosos. O objetivo é isolar transferências de dados críticas, reduzindo a possibilidade de ataques. Desse modo, a criptografia será obrigatória nos aparelhos Android Q, que deverão agora ter todos os dados protegidos.

Em fevereiro, o Google apresentou o Adiantum, um novo sistema de criptografia projetado para proteger os dados armazenados em smartphones de baixo custo e outros dispositivos com capacidade de processamento insuficiente. O sistema será usado em aparelhos que suportam a criptografia AES. O Android Q também é compatível com a criptografia TLS 1.3, verão 40% mais rápida e segura que sua antecessora.

Comentários no Facebook