Na mira dos reguladores, acionistas pedem divisão da Alphabet

Em 21 jun 2019 - 3:35pm por videobes

Acionistas da Alphabet solicitaram na última quarta-feira (19) que a empresa mãe do Google se desfaça antes que órgãos reguladores obriguem a companhia a se dividir. De acordo com informações da Reuters, o grupo norte-americano SumOfUs, que tem como objetivo reduzir o crescente poder das corporações, apresentou a proposta na reunião anual de acionistas da gigante da tecnologia.

Para os ativistas, as autoridades dos EUA e da União Europeia estão preocupadas com a força de mercado da Alphabet, por conta das “restrições impostas aos monopólios”. “Acreditamos que os acionistas poderiam receber maior valor de uma redução estratégica voluntária no tamanho da empresa do que de vendas de ativos compelidas por reguladores”, defende o grupo.

Como já era esperado, a proposta foi rejeitada durante a reunião, já que Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, detêm 51,3% dos votos dos acionistas. Apesar disso, a iniciativa deixa clara a perspectiva de ações antitruste contra a Alphabet e outras empresas de tecnologia, como Facebook e Amazon, que também estão enfrentando questionamentos públicos e políticos sobre privacidade e privilégio na detenção e circulação de
informações mundiais.

Sobre o assunto, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem criticado frequentemente o Google, alegando que seus mecanismos de buscas produzem resultados desfavoráveis para a sua imagem. A sugestão do presidente é que os órgãos reguladores norte-americanos sigam o exemplo europeu e observem atentamente os monopólios das empresas de tecnologia.

No início do mês, fontes revelaram que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a Comissão Federal de Comércio estão se preparando para investigar se o Google, Amazon, Apple e Facebook fazem uso indevido de seu poder de mercado.

Comentários no Facebook