Golpistas criam sites falsos da Libra, a criptomoeda do Facebook que ainda nem foi lançada

Em 11 jul 2019 - 1:21pm por videobes


Sites maliciosos têm imitado a aparência e o nome das páginas associadas à Libra, a criptomoeda anunciada pelo Facebook, e ao Calibra, o software de carteira digital da moeda.

Segundo a empresa de segurança Digital Shadows, que encontrou essas páginas, elas promovem uma suposta venda da Libra por outras moedas, como Ethereum. Mas é um golpe: a moeda do Facebook foi apenas anunciada e ainda não está em circulação – isso deve ocorrer apenas em 2020. Quem tentar realizar a “compra” das supostas moedas não receberá nada.

Outros grupos de sites falsos trazem páginas de login de contas do Facebook e do Google para roubar as senhas das vítimas ou tentam vender serviços especiais para supostamente dar acesso à “Blockchain” (a rede que sustenta uma criptomoeda) da Libra.


Os sites registrados pelos golpistas tentam imitar o nome da Libra e do Calibra usando letras ou nomes semelhantes, como “Calìbra”, “Lìbra” (letra “i” com acento grave) e “canlibrawallet”. Esse tipo de ação pode ser classificado como um “ataque homógrafo” (golpes que confundem a vítima pela semelhança visual do nome) ou “typosquatting” (fraudes que se aproveitam de erros de digitação do endereço da página).

Um truque semelhante foi usado por um grupo na Europa acusado de roubar o equivalente a 24 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões).

A página oficial da Libra permite apenas o cadastro do endereço de e-mail para receber novidades sobre a moeda. Porém, ainda é preciso ter cuidado ao fornecer o e-mail em sites falsos: criminosos podem posteriormente enviar mensagens fraudulentas e extrair outras informações.

Comentários no Facebook