Spotify ganha versão mais leve para aparelhos Android

Em 10 jul 2019 - 3:36pm por videobes


O Spotify lançou uma versão mais leve de seu aplicativo para Android. Usuários do serviço no Brasil já podem baixar a versão Lite, que nada mais é que uma versão simplificada do aplicativo principal projetado para oferecer sua biblioteca de músicas às pessoas com dispositivos e sistemas operacionais mais antigos.

O aplicativo tem apenas 10 MB, o que significa que ele será instalado e carregado mais rapidamente. O Spotify diz que a versão vai funcionar em todos os aparelhos que rodam Android Jellybean 4.3 (este lançado em 2013) ou superior.

A mudança do Spotify é bem-vinda, isso porque a maior parte do mundo não apenas usa o Android, como também usa um telefone antigo. A novidade serve tanto para usuários do Spotify gratuito quanto o Spotify Premium.

“O Spotify Lite foi construído desde o início com base no feedback de usuários de todo o mundo, permitindo que milhões de pessoas aproveitem a melhor experiência musical do mundo – especialmente em áreas com largura de banda limitada e armazenamento de telefone”, disse Kalle Persson, gerente sênior de produtos do Spotify.

Em regiões onde as pessoas têm um pacote de dados reduzido, o Spotify Lite tem uma função para definir um limite de dados e obter uma notificação quando o mesmo é atingido. Ele também permite que você limpe manualmente seu cache, caso o seu celular esteja prestes a ficar sem armazenamento.

A empresa diz que você ainda pode acessar todas as músicas, listas de reprodução e funções de pesquisa e pode até mesmo executá-lo em um telefone que tenha o aplicativo Spotify principal, se desejar.

O Spotify Lite chega para 36 países, são eles: Brasil, Canadá, México, Argentina, Peru, Chile, Colômbia, Bolívia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Uruguai, Arábia Saudita, Egito, Argélia, Líbano, Marrocos, Tunísia, Omã, Jordânia, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Qatar, África do Sul, Indonésia, Filipinas, Vietnã, Malásia, Índia.

Comentários no Facebook