Amazon teria alterado algoritmo de busca para priorizar seus produtos, diz WSJ

Em 19 set 2019 - 1:14pm por videobes

De acordo com informações divulgadas pelo The Wall Street Journal, a Amazon alterou seus algoritmos de busca para impulsionar a venda de seus próprios produtos e dos que oferecem maiores lucros para a companhia. Apesar da resistência interna por parte dos advogados da empresa, já que a prática pode gerar conflitos com órgãos antitruste, os repórteres alegam que a gigante de Jeff Bezos está deixando de mostrar os produtos mais relevantes para o consumidor.

Segundo a reportagem, a mudança foi feita no ano passado, quando os engenheiros tiveram que avaliar o “lucro de contribuição” de terceiros para criar a classificação responsável por priorizar determinados itens dentro da plataforma. “A Amazon otimizou o algoritmo secreto que classifica as listagens, de modo que, em vez de mostrar aos clientes os produtos mais relevantes e mais vendidos, como acontecia há mais de uma década, o site também impulsiona os produtos mais rentáveis para a empresa”, declarou o jornal.

Apesar da denúncia, a Amazon afirmou que há erros na apuração dos fatos. “Apresentamos os produtos que os clientes desejam, independentemente de serem nossas próprias marcas ou produtos oferecidos por nossos parceiros de vendas. Como qualquer loja faria, consideramos a lucratividade dos produtos que listamos e apresentamos no site, mas é apenas uma métrica e, de maneira alguma, um fator importante do que mostramos aos clientes.”

A empresa também afirmou que seus próprios produtos representam somente 1% dos itens vendidos na plataforma.

 

Comentários no Facebook